Estética Dental

Nos dias de hoje, no convívio social e profissional, as exigências estéticas somadas a competência e capacidade de relacionamento estão cada vez mais presentes. A necessidade de uma boa apresentação que traz como consequência maior segurança social e autoestima é uma necessidade na nossa vida social e profissional. Os dentes entram de maneira decisiva neste conceito.
Cor, forma e posição em relação aos lábios formam o conceito atual de harmonia do sorriso.
A gengiva também tem papel importante neste quadro. Lábios e gengiva fazem parte da chamada estética vermelha do sorriso.

Através de um estudo conseguimos transformar uma condição estética desfavorável para uma condição harmonica dessas estruturas. Isto é realizado através de procedimentos que podem clarear os dentes, alterar a forma e tamanho com facetas e lentes de contato.

Quanto a parte vermelha temos a possibilidade, com uma cirurgia plástica gengival, de mudarmos a forma da mesma, criando harmonia entre lábios e dentes. Assim, cada estrutura ocupará a proporção mais agradável à visualização.

Leonardo Da Vinci já estudava as proporções áureas estudadas das partes do corpo humano. A boca não foge destas proporções. Não foi a toa que Michelangelo ordenou a uma de suas mais perfeitas esculturas que falasse (Parla David), tamanha perfeição de proporções. E, olhando pra os lábios de David esculpido no mármore, vemos uma verdadeira obra de arte em estética.

David de Michelangelo

Com técnicas de preenchimento labial com materiais biomodeladores totalmente biocompatíveis modelamos os lábios com objetivo de atingir esta harmonização. Em nosso consultorio trabalhamos em conjunto, dentista e dermatologista para atingirmos este objetivo.


Marque seu estudo da harmonia do sorriso clicando aqui.